Resenhas | 007 – Operação Skyfall

007 – Operação Skyfall | 007 Skyfall  
por Jonildo Dacyony
Tiros, explosões, perseguições de moto em cima de telhados, uma cena de luta de tirar o fôlego em cima de um trem. Todos esses elementos não seriam mais do que clichês batidos, se não estivéssemos falando do agente mais famoso do cinema. Em seu vigésimo terceiro longa, que já bateu recordes de bilheteria no Brasil e na Grã-Bretanha, James Bond vê sua lealdade ao serviço secreto britânico ser testada ao extremo já que

durante uma luta para capturar um terrorista que roubou um HD contendo as identidades de agentes infiltrados em organizações terroristas, é atingido por um tiro dado por uma aliada sua, a agente Eve (Naomi Harris). O problema é que a ordem para atirar parte de M (Judi Dench), chefe do MI6 e que tem em Bond, seu agente preferido (não é spoiler, está no trailer).
Depois de cair de uma altura vertiginosa, 007 é dado como morto e passa a viver como um fantasma, só voltando à ativa depois de assistir na TV, o atentado contra a sede do MI6. 
Esse é apenas o início da estória que, apesar de mais simples e direta em relação aos últimos filmes do agente, é tão bem ou quiçá, melhor elaborada que as anteriores. O responsável por isso? O diretor Sam Mendes, de Beleza Americana (American Beauty). Filme com o qual  ganhou o Oscar em 1999. Aqui, Mendes conta com a parceria do diretor de fotografia Roger Deakins, de Um Sonho de Liberdade (Shawshank Redemption, 1994) e Onde os Fracos Não Têm Vez (No Country For Old Men, 2007). 
Juntos, imprimem cores fortes às cenas, com destaque para a cena do cassino e as cenas finais. O diretor não caiu na sedutora armadilha de fazer referências bobas para agradar os fãs, mas também não deixou de lado a face sarcástica do personagem principal, o que mostra que teve respeito por ambos. O longa é cheio de referências nostálgicas, que não chegam a ser cansativas, principalmente para o público mais fiel ao personagem de Ian Flemming. Como não se emocionar ao ver o Aston Martin DB5, com a placa BMT216A ou ao ouvir o tema do personagem tocado em sua versão original.
 
A trilha sonora é assinada por Thomas Newman e é fantástica, tanto nas variações do tema principal, quanto nas feitas para canção-tema, composta e interpretada pela cantora Adele, algo que sem medo de errar, ficou no mesmo nível da composta por John Barry e cantada por Shirley Bassey, para o filme 007 Contra Goldfinger (Goldfinger, 1964).
 
Falando do elenco, temos nomes de peso como Ralph Fiennes, que interpreta Gareth Mallory, burocrata que chega para substituir M; O veterano e excelente Albert Finney, que vive Kincade, um velho escocês que fez parte da infância de Bond; a bela Bérénice Marlohe, com seu personagem fatal Sévérine; Ben Wishaw que interpreta Q, o nerd que desenvolve os aparatos que 007 usa e garante ao espectador ótimas cenas, com humor tipicamente britânico, ao lado de Craig, mas principalmente precisamos destacar o genial e camaleônico Javier Bardem, que deu o tom certo ao antagonista, não o deixando opaco, principalmente se comparado aos dois anteriores, nem caricato demais. O vilão chega a lembrar os personagens que Bardem interpretou nos filmes de Almódovar e o serial killer de Onde Os Fracos Não Têm Vez, mas não é um arremedo de nenhum deles, coisa que só um ator desse gabarito consegue fazer.
 
No mais, é cinemão pra comer um quilo de pipoca e vibrar feito adolescente com as façanhas de James Bond.
Veja aqui a sinopse e o trailer oficial.

Ficha Técnica:
Filme: 007- Operação Skyfall(007-Skyfall)
Ano de Produção: 2012
Produtor: Barbara Broccoli
Direção: Sam Mendes
Roteiro: John Logan
Fotografia: Roger Deakins
Elenco: Daniel Craig, Judy Dench, Naomi Harris, Ralph Fiennes, Javier Bardem, Albert Finney, Ben Wishaw, Bérénice Marlohe.
Trilha Sonora: Thomas Newman
Tema Original: Adele
Duração: 2:40

Flavio KROM

Flavio KROM tem 470 posts publicados.

Carioca de origem, Curitibano por opção. Curto HQs, Games, Board Games, Filmes, Séries, RPG, FPS, Pizza, Pastel, Sorvete e muito Rock (Metal Rock) e mais um monte de coisas. Quando dá tempo, escrevo por aqui também.

O que achou deste post?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Classificação média 0 / 5. Contagem de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

3 comentários sobre “Resenhas | 007 – Operação Skyfall

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.