Filmes | Star Wars: A Ascensão de Skywalker (Ep IX)

O escritor explica por que o lado negro de Rey não contradiz os filmes anteriores

ATENÇÃO – SPOILERS À FRENTE
Desde que a dona Disney adquiriu a Lucasfilm, houve uma tonelada de conteúdo novo e empolgante de Star Wars chegando para as gerações de fãs, gerações novas e antigas. A principal delas é a trilogia de sequelas, que continuou a principal narrativa da franquia, partindo de ‘O Retorno de Jedi’. Essa trilogia recentemente chegou ao fim com o nono episódio da saga, ‘A Ascensão Skywalker’, com J.J. Abrams na direção, encarregando-se de encerrar toda a narrativa de nove filmes. Grandes mudanças foram feitas, especialmente relacionadas a Rey e seus pais. E o co-roteirista Chris Terrio explicou recentemente como a reviravolta sombria de Rey não contradiz as escolhas narrativas de filmes anteriores como ‘O Último Jedi’.

Uma das grandes questões em torno da trilogia da sequela foi a paternidade de Rey. Ela estava esperando por seus pais em ‘O Despertar da Força’, antes mesmo que seus poderes se manifestassem. Em ‘O Último Jedi’, Kylo Ren disse que seus pais não eram ninguém e que a abandonaram, embora ‘A Ascensão Skywalker’ tenha revelado uma história muito mais complicada e, para muitos, difícil de digerir. O longa conclui que seu avô era o imperador Palpatine e seus pais estavam tentando protegê-la do lado negro. O escritor Chris Terrio falou recentemente sobre essa reviravolta sombria para Rey, e explicou como o Episódio IX continuou a narrativa de seus filmes anteriores. Como ele disse,

Quando Rey estava se perguntando qual era o lugar dela em tudo isso – e ela questionou isso no ‘Episódio VIII’ -, mas ela também questionou isso no ‘Episódio VII’. J.J. sempre sentiu que deveria receber as piores notícias possíveis. De certa forma, a pior notícia possível para o Rey do ‘Episódio VIII’ é que ela seria apenas uma filha de comerciantes de lixo eletrônico, o que é verdade. Isso não é contradito pelo que você viu neste filme, mas ela é a descendente de alguém que representa o oposto de tudo o que os Skywalkers representam.

A história de Rey é central para a narrativa da trilogia de sequelas, já que o personagem de Daisy Ridey foi o herói dos novos filmes. Quando ela estreou em ‘O Despertar da Força’, seu rápido aprendizado sobre A Força realmente chamou a atenção dos fãs. O desde seu início, sempre foi sugerido que ela tivesse uma conexão sombria com os Sith.

Os comentários de Chris Terrio, em alguns veículos da Internet, ajudam a esclarecer as escolhas narrativas que foram feitas em ‘A Ascensão Skywalker’. Porque enquanto J.J. Abrams criou os novos personagens e dirigiu dois dos últimos três filmes, Rian Johnson deve receber os créditos de ‘O Último Jedi’. O cineasta assumiu muitos riscos narrativos e subvertia propositadamente as expectativas dos fãs. Porque ninguém esperava que seus pais não passassem de contrabandistas.

No final, os pais de Rey foram resgatados por ‘Ascensão de Skywalker’. Aparecendo em um breve flashback (com uma participação especial de Jodie Comer), acontece que eles estavam tentando manter Rey longe de Palpatine, deixando-a em Jakku. Eles não eram pessoas notáveis, apenas um casal tentando proteger a galáxia a sua maneira. O (famigerado) avô de Rey que seria sua conexão com a Força, pois tudo indica que Sheev Palpatine tornou-se pai antes de sua aparente morte em ‘O Retorno de Jedi’.

‘Star Wars: A Ascensão Skywalker’ já está nos cinemas e vai muito bem em bilheteria (obrigado). Então, você está em qual parcela da população que assistiu o filme você está? Dos que amaram o filme ou dos que detestaram o filme?

Via.

Flavio KROM

Flavio KROM tem 467 posts publicados.

Carioca de origem, Curitibano por opção. Curto HQs, Games, Board Games, Filmes, Séries, RPG, FPS, Pizza, Pastel, Sorvete e muito Rock (Metal Rock) e mais um monte de coisas. Quando dá tempo, escrevo por aqui também.

O que achou deste post?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Classificação média 0 / 5. Contagem de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *